SENAI-RN vai oferecer mentorias e ‘pacotes’ com vagas gratuitas para impulsionar mulheres no setor de energia

24/08/2022   11h10

Medidas foram anunciadas por Amora Vieira, do SENAI-RN, como compromissos na Ação Interligadas, lançada no Congresso Brasileiro de Mulheres de Energia

 

O Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial no Rio Grande do Norte (SENAI-RN) vai oferecer mentorias e ‘pacotes’ com vagas gratuitas para impulsionar a inserção de mulheres no setor de energias renováveis.

 

As medidas foram divulgadas como compromissos da instituição na Ação Coletiva Interligadas, lançada oficialmente no primeiro Congresso Brasileiro de Mulheres de Energia, nesta segunda-feira (22), em São Paulo.

 

Segundo as instituições envolvidas, o objetivo é fortalecer a presença feminina para que as oportunidades sejam vistas e alcançadas de forma igualitária em atividades como eólica e solar, em um contexto em que os homens ainda predominam dentro das salas de aula – em cursos técnicos e de qualificação – e também no mercado de trabalho.

 

O Interligadas é promovido pela Rede MESol, em conjunto com o Projeto Profissionais do Futuro – desenvolvido pelo MEC e a empresa pública alemã GIZ

 

Compromissos

“O SENAI do Rio Grande do Norte se compromete a continuar com o esforço que já foi apresentado em busca de mais igualdade e a trazer agora o Interligadas como ação estratégica voltada para gênero, dentro do que temos no nosso plano de metas”, disse a assessora de Mercado e Projetos da instituição, Amora Vieira, durante o Congresso.

 

O CTGAS-ER, um dos cinco Centros de Tecnologias do SENAI no Rio Grande do Norte e referência nacional em serviços, educação profissional e ações que buscam mais diversidade e inclusão no setor elétrico, foi escolhido para execução do projeto piloto.

 

O Centro também teve iniciativas que buscam igualdade de oportunidades para mulheres na educação e no mercado de trabalho premiadas nacionalmente pelo SENAI como “boas práticas em gestão escolar”.

 

No âmbito do Interligadas, entre os compromissos assumidos estão “aumentar a divulgação e produzir conteúdos que incentivam a participação das mulheres nas profissões tecnológicas, organizar grupos de mentoria, elaboração de currículos e LinkedIn, além de ofertar vagas gratuitas em cursos de qualificação e técnicos”.

 

“Também vamos promover ainda mais interação das meninas e mulheres com a indústria, para que se coloquem no mercado de trabalho e para que a gente consiga gerar mais Wellens”, acrescentou Amora, fazendo referência à Wellen Fernanda de Sousa, ex-aluna do CTGAS-ER que virou empreendedora no setor de energia e também participou do Congresso. (Clique aqui para conhecer a história dela)

 

Mais informações sobre os cursos e outros estímulos que entrarão na Ação, quantas vagas serão lançadas com gratuidade e detalhes dos processos seletivos, segundo a assessora do SENAI, ainda serão divulgados.

 

Wellen de Sousa, ex-aluna do CTGAS-ER, contou no evento como um Workshop realizado no Centro e cursos técnicos que realizou contribuíram para sua história

 

Interligadas

O Interligadas é promovido pela Rede de Mulheres na Energia Solar (MESol), em conjunto com o Projeto Profissionais do Futuro – desenvolvido pelo Ministério da Educação (MEC) e a Cooperação Brasil-Alemanha para o Desenvolvimento Sustentável, por meio da Deutsche Gesellschaft für Internationale Zusammenarbeit (GIZ) GmbH.

 

A Ação sugere  compromissos que podem ser voluntariamente assumidos por escolas, empresas, organizações da sociedade civil e profissionais. “As escolas podem participar estabelecendo metas de presença de mulheres em cursos da área de energias renováveis e metas de egressas. Também podem promover comunicações sobre os cursos que sejam mais inclusivas, retratando mulheres e escolhendo palavras que não representem distinções baseadas em gênero”, exemplificam as instituições, em apresentação sobre a iniciativa.

 

Um “Selo de Compromisso Interligadas” será oferecido às escolas, empresas e organizações que formalizarem participação na Ação Coletiva.

 

Durante o lançamento, nesta segunda-feira (22), Ministério da Educação e Associação Brasileira de Geração Distribuída (ABGD) também anunciaram compromissos que vão desde vagas reservadas para mulheres em cursos de ensino superior até incentivos a escolas que desenvolverem ações voltadas à igualdade de gênero.

 

Mas, por que esse impulso?

“Apenas 7% das pessoas egressas dos cursos de formação profissional técnicos, do SENAI e dos Institutos Federais, são mulheres. Ou seja, esse cenário precisa de transformação”, ressaltou, com dados nacionais, a diretora da consultoria MaisArgumento, Fabiana Dias, durante o lançamento do Interligadas.

 

A professora pesquisadora da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, co-fundadora e coordenadora da Rede MESOL, Aline Pan, reforçou que estudos mostram que as mulheres estão mais capacitadas, mas que isso não tem se refletido em mais igualdade de oportunidades e vagas ocupadas no mercado.

 

“Se tem capacitação, por que elas não chegam?”, perguntou, respondendo em seguida: “Por vontade, por estrutura, por preconceito, mas não é só por isso”.

 

Pan ressaltou que 90% das meninas acreditam, por exemplo, que engenharia é profissão de homem. “Elas não são estimuladas”, frisou ainda.

 

A conclusão foi extraída de pesquisa realizada com crianças de 6 a 10 anos residentes na Cidade do México, em São Paulo e Buenos Aires.

 

Caroline Dutra, assessora da GIZ, frisou, por sua vez, que “a base da mudança é a educação”. “Tem que aumentar a base para conseguirmos equidade”.

 

Um estudo da GIZ mostra que as mulheres somam 20% da força de trabalho empregada em parques eólicos no Brasil. Dados da Rede MESol apontam que, no setor de energia solar, por sua vez, elas correspondem a aproximadamente 20% da força de trabalho na atividade e que as regiões Norte e Nordeste concentram a menor fatia desse público.

 

SAIBA MAIS

Leia mais sobre o Interligadas no site: https://www.mesol.com.br/o-que-fazemos/interligadas

E no Instagram da Ação: https://www.instagram.com/interligadas_er/

 

Confira na galeria outras imagens do evento:

 

 

 

 

Skip to content
Chat Online!