SENAI-RN entrega certificados a concluintes do Programa Petrobras Jovem Aprendiz

19/02/2021   13h05

 

O SENAI/RN atua junto à Petrobras, no Programa Petrobras Jovem Aprendiz (PPJA) sob a forma de convênio de parceria desde a sua primeira edição, no ano de 2006. O programa tem como objetivo promover a inclusão de adolescentes e jovens na faixa etária entre 14 e 22 anos, em situação de vulnerabilidade social, na educação profissional e no mercado de trabalho.

Mais duas turmas do PPJA, com 26 jovens dos municípios de Natal e Mossoró, tiveram a solenidade de formatura neste mês de fevereiro. Os jovens concluíram o curso de qualificação profissional de Assistente Administrativo e a cerimônia de formatura aconteceu de forma remota, contando com a presença de representantes da Petrobras, do SENAI, da Casa do Menor Trabalhador e de todos os concluintes do curso.

O Programa Petrobras Jovem Aprendiz – PPJA – é direcionado ao cumprimento da cota de jovem aprendiz da Petrobras, em conformidade com a Lei 10.097/2000, a chamada Lei da Aprendizagem, do antes denominado Ministério do Trabalho. Por meio desse programa, a Petrobras proporciona aos aprendizes formação profissional, desenvolvida pelo SENAI/RN, e prática profissional na empresa em situação real de trabalho, quando possível.

Na impossibilidade da prática profissional acontecer na empresa, por questões de periculosidade e insalubridade do ambiente industrial, é realizada a vivência profissional em ambiente simulado, no SENAI. As instituições parceiras são responsáveis pela gestão, orientação, docência, supervisão e acompanhamento de todo o Programa.

 

Um programa de Aprendizagem pode durar até dois anos, tendo como principais fundamentos a qualificação dos jovens comprometida com a inclusão social e a construção da cidadania, o trabalho como princípio educativo na formação da juventude, a integração teoria e prática na ação educativa e o combate à precarização do trabalho.

Para a coordenadora regional da Aprendizagem Industrial no SENAI/RN, Triana Fernandes de Albuquerque Barbosa, o programa de Aprendizagem é importante e valioso para todos os participantes. Para a empresa cotista, além dos benefícios fiscais, a contratação de um jovem aprendiz possibilita capacitar potenciais colaboradores para atender suas demandas específicas e cultura interna. Para o jovem aprendiz, o programa proporciona qualificação profissional, inserção no mercado de trabalho e construção da cidadania, abrindo caminhos para obtenção do seu primeiro emprego.

Para a instituição formadora, neste caso, o SENAI, o programa contribui para combater a evasão escolar, uma vez que o jovem precisa estar matriculado na escola regular para poder participar do programa (caso não tenha concluído o Ensino Médio), combater o desemprego e até mesmo à criminalidade, trazendo aos jovens em condição de vulnerabilidade social novas perspectivas de vida. É a educação cumprindo a sua função social.

No âmbito do Programa Petrobras Jovem Aprendiz – PPJA, o SENAI/RN atendeu até o ano de 2020, 734 jovens com formação profissional e prática profissional na empresa, contemplando os municípios de Natal, Mossoró, Guamaré e Alto do Rodrigues.

 

Por Aldemar Freire – Unicom FIERN

 

 

Skip to content
Chat Online!