Portal destaca pesquisa do Instituto Senai de Inovação em Energias Renováveis

6/06/2019   12h11

 

 

Os ventos alísios, que vêm do mar para a terra, são principais aliados da qualidade do ar em Natal. A constatação é dos pesquisadores do Instituto Senai de Inovação em Energias Renováveis (ISI-ER). Com isso, o Governo do Estado quer firmar um convênio com a Instituição, até o final deste ano, para fazer um monitoramento dos gases e partículas presentes ar da capital e de outras regiões do estado. A informação foi destacada pelo portal de notícias G1-RN, em reportagem assinada por Igor Jácome.

 

O Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente do Rio Grande Norte (Idema) informou que uma das metas da parceria é “implantar o monitoramento até o fim do ano, através de um convênio com o ISI-ER, que conta com corpo técnico e estrutura para desempenhar a atividade”. As instituições estão em fase de elaboração do termo de cooperação técnica para dar início aos estudos. “A ideia é que o programa seja parecido como o Água Azul, que monitora a qualidade da água em alguns pontos do estado”, explica o coordenador de Pesquisa e Desenvolvimento do ISI, Antonio Medeiros.

 

A reportagem do G1 destacou também que o Instituto já conta com equipamentos que têm capacidade de medir e analisar os gases e partículas lançados no are o foco são pesquisas contratadas por empresas que, entre outras razões, precisam apresentar dados sobre seus impactos ambientais nos pedidos de licenciamento ambiental ao Idema.

 

Clique aqui para ler a reportagem completa.

SOBRE O SENAI

CONHEÇA

ACOMPANHE

TRANSPARÊNCIA

ACESSE

  • Juntos Pelo Desenvolvimento

  • Por uma indústria segura, saudável e produtiva.

  • Com a Indústria pela Inovação, Produtividade e Sustentabilidade.

  • Somos o elo entre o Saber e o Fazer.

  • A força do Brasil na indústria.