Empresas da Confecção do Vestuário serão atendidas pelo Programa CONEXAO SENAI para produção de EPIs contra o novo Coronavírus

9/06/2020   16h24

 

O SENAI Nacional lançou edital Conexão SENAI – Equipamentos de Proteção, no Edital de Inovação para a Indústria, com o objetivo de auxiliar empresas industriais a iniciarem, ampliarem ou adaptarem suas linhas de produção para fabricação de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) contra o novo coronavírus, como máscaras cirúrgicas, máscaras de uso diário, protetores faciais (face shield), vestimentas hospitalares, álcool antisséptico, entre outros.

 

As empresas, em todo Brasil, tiveram até dia 31 de maio para se inscrever e serem selecionadas para atendimento tanto pelos Institutos SENAI, quanto pelas Unidades Operacionais. Não há contrapartida financeira pelas empresas, que serão atendidas através de um processo de mentoria remota, com 8 horas de duração.

 

Foram disponibilizadas 250 vagas para o país e o RN atenderá 18 delas, localizadas em 15 municípios, com os técnicos de suas áreas de costura, considerando que as empresas no Estado optaram para a fabricação de máscaras comuns, máscaras cirúrgicas, capotes e propé.

 

Para o diretor regional do SENAI-RN, Emerson Batista, o Rio Grande do Norte marca fortemente sua presença no edital. “O SENAI-RN poder compartilhar todo nosso conhecimento na inovação de 18 empresas do nosso estado que se candidataram ao edital, nos traz além do orgulho, um poder de ação cada vez maior no combate ao coronavírus, cada dia nós podemos estender mais nosso conhecimento, a capacidade, a capilaridade que o SENAI tem de desenvolvimento de produtos e linhas de processos para a indústria em geral”, diz o diretor.

 

E acrescenta. “Além disso, num total de 250 empresas selecionadas nacionalmente, 18 empresas ser de um estado pequeno como o RN, mostra que temos um trabalho alinhado às necessidades da indústria no Brasil”.

 

Este trabalho será desenvolvido pelas unidades do SENAI RN – Centro de Educação e Tecnologias Clóvis Motta, em Natal/RN, e o Centro de Educação e Tecnologias Aluísio Bezerra, em Santa Cruz/RN.

 

Este programa possibilitará as empresas iniciar, ampliar ou adaptar uma linha de produção de seus processos produtivos diante da nova realidade, possibilitando continuar com suas atividades e ter seus colaboradores contribuindo com este momento, destaca Aline Paris, interlocutora do Programa no SENAI RN.

 

As empresas podem optar tanto pela comercialização quanto pela doação das peças produzidas com o apoio da equipe do SENAI.

 

Atualização Jô Lopes – jornalista FIERN

Skip to content
Chat Online!