Embaixador da Dinamarca visita Instituto SENAI de Inovação em Energias Renováveis e aponta para cooperação e parcerias

10/01/2022   17h37

 

 

Ao receber a visita do embaixador do Brasil na Dinamarca, Rodrigo Azeredo, o Instituto SENAI de Inovação em Energias Renováveis (ISI-ER) ampliou a perspectiva de firmar novas parcerias em pesquisa e desenvolvimento de projetos de inovação com cooperação internacional. O embaixador — que foi recepcionado pelo presidente do Sistema FIERN, Amaro Sales de Araújo — demonstrou entusiasmo após conhecer melhor o ISI-ER.

 

“Já tinha ouvido relatos do excelente trabalho que o Instituto faz, mas fiquei muito bem impressionado com as informações que me passaram aqui e pelo que observei. Além disso, o ISI atua em uma área, de energias renováveis, na qual o Brasil e a Dinamarca tem uma cooperação muito grande e perspectiva cada vez maiores, inclusive com a participação do Instituto SENAI”, afirmou o embaixador.

 

Para o presidente da FIERN, a visita reforça a atuação do ISI-RN no relacionamento com empresas, entidades e instituições globais no sentido de firmar parcerias para o desenvolvimento de tecnologia e soluções no setor de energias renováveis.

 

“A presença do embaixador é muito significativa, porque nesta setor de energia renovável o Rio Grande do Norte tem uma atividade cada vez maior com possibilidades de crescimento inclusive no hidrogênio verde; então, o diálogo com o representante do Brasil na Dinamarca é relevante, com abertura para um intercâmbio promissor, tanto que ele veio acompanhado de empresários com negócios e parceiros dinamarqueses”, destacou Amaro Sales.

 

O presidente da FIERN recepcionou Rodrigo Azeredo, ao lado do diretor primeiro tesoureiro da Federação das Indústria, Roberto Serquiz, do diretor regional do SENAI-RN, Emerson Batista, do diretor do ISI-ER, Rodrigo Mello e do chefe de Gabinete da Federação das Indústrias, Helder Maranhão. O secretário estadual de Desenvolvimento Econômico, Jaime Calado, participou da programação.

 

 

 

 

“Tenho certeza de que o Instituto exerce um papel importante e pode ser ainda mais relevante no desenvolvimento das novas tecnologias e parcerias em energias renováveis”, acrescentou o embaixador.

 

Jaime Calado disse que o ISI, por se constituir no principal centro de pesquisa em energia renovável do país, tem um papel preponderante na cooperação que o Rio Grande do Norte tem buscado com instituições dinamarquesas.

 

O embaixador estava acompanhados pelos empresários Marcelo de Souza Pereira, CEO da OTZ Engenharia ; Cláudio Calonge de Sá, presidente da Briskom; e João de Deus Fernandes, diretor Executivo da EV Brasil.

 

Eles também demonstraram confiança na viabilidade de parceria entre a ISI-ER e empresas que atuam nas áreas de energias ou atividades ligadas à sustentabilidade na Dinamarca.

 

João de Deus Fernandes, diretor Executivo da EV Brasil, disse que um dos convênios poderá ser com relação à melhoria do meio ambiente e do processamento de CO2.

 

Durante a programação, o embaixador e os empresários ainda visitaram os laboratórios do ISI-ER. Rodrigo Mello e do coordenador de Pesquisa & Desenvolvimento (P&D) do Instituto, Antonio Medeiros, fizeram uma exposição sobre os trabalhos desenvolvidos pelo ISI.

 

Eles estiveram nos laboratórios de segurança do trabalho, onde são realizados treinamentos GWO – especializados em tornar mais segura a atuação de profissionais dentro dos parques eólicos. A GWO (Global Wind Organization) é uma instituição dinamarquesa e o CTGAS-ER é o único Centro de treinamento do Brasil habilitado a oferecer em quatro modalidades – presencial, EAD, on site e mobile – a metodologia desenvolvida por ela. O laboratório de energia solar e o túnel de vento também foram visitados pelo embaixador e os empresários.

Skip to content
Chat Online!