Mundo SENAI, nesta sexta, 15, terá palestra sobre reforma do ensino médio 

13/09/2017   14h21

 

A implantação da reforma do ensino médio, com possibilidades de ampliação da oferta de formação profissional, será o principal tema de um encontro entre o Gerente-executivo de Educação e Tecnológica do SENAI, Felipe Morgado, e diretores de escolas, nesta sexta-feira, às 14h30, no Centro Clóvis Motta.

 

O encontro integra a programação do Mundo SENAI, ocasião na qual o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial abre as portas de suas unidades à sociedade, com uma série de atividades para os jovens, empresários e demais interessados em conhecer a instituição.

 

Felipe Morgado vai discutir com os diretores a execução da reforma do ensino médio, que passa por alterações definidas em uma lei aprovada para estabelecer as mudanças a serem colocas em prática pelas escolas. Essas mudanças são, diz o gerente-executivo, uma oportunidade para que os jovens optem por um ensino médio com ênfase na formação profissional. A opção é denominada de “itinerário cinco”. Os outros itinerários têm foco em “linguagens”, “matemática”, “ciências da natureza” e “ciências humanas”.

 
O gerente-executivo do SENAI explica que o “itinerário cinco” deverá garantir o ensino por meio do qual os alunos desenvolvam competências para que estejam preparados ao mercado do trabalho, o que não impede o ingresso, em seguida, em um curso de nível superior.

 

O SENAI, afirma Felipe Morgado, tem uma vasta experiência neste tipo de formação profissional, com pessoal capacitado e instalações nas quais são oferecidos os cursos profissionalizantes. Por isso, afirma, pode contribuir com as escolas, seja por intermédio de consultorias, de capacitação dos professores ou mesmo convênios por intermédio dos quais os estudantes poderão fazer a parte profissionalizante dos cursos em uma das unidades do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial.

 

Felipe Morgado afirma que os números confirmam a necessidade do país avançar na formação dos estudantes, no que diz respeito à formação profissional. Os dados mais recentes mostram que, no Brasil, apenas 9,3% dos jovens passam por este tipo de formação. Na média, os países da OCDE (Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico) esse índice fica próximo de 50%, sendo que na Austrália ultrapassa dos 75% e na Alemanha os 48%.

 

“O país precisa avançar no ensino profissional para se desenvolver”, afirma Felipe Morgado. Ele destaca que o SENAI tem cursos que estão coerentes com as demandas por profissionais aptos para as atividades com tecnológicas modernas e que atendem as necessidades do setor produtivo.

 

O gerente-executivo também afirma que estão em andamento algumas experiência pilotos, do SENAI, de parcerias para a oferta do ensino médio de acordo com as exigência da reforma, que define o padrão a ser adotado no país daqui para frente. Esses projetos pilotos unem os conhecimentos teóricos e práticos visando a melhor capacitação para o mercado de trabalho.

SOBRE O SENAI

CONHEÇA

ACOMPANHE

TRANSPARÊNCIA

ACESSE

  • Juntos Pelo Desenvolvimento

  • Por uma indústria segura, saudável e produtiva.

  • Com a Indústria pela Inovação, Produtividade e Sustentabilidade.

  • Somos o elo entre o Saber e o Fazer.