Edital de Inovação divulga projetos aprovados no primeiro ciclo de 2017

28/07/2017   16h04

O Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI), o Serviço Social da Indústria (SESI) e o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) anunciaram os projetos aprovados no primeiro ciclo de 2017 do Edital de Inovação para a Indústria.

 

Ao todo, 51 projetos foram selecionados: 11 da categoria A (Inovação Tecnológica para grandes e médias empresas) e 40 da categoria B (Inovação Tecnológica para micro e pequenas empresas e startups de base tecnológica).

 

Empresas de 12 estados serão contempladas com o aporte de até R$ 400 mil, cada, para o desenvolvimento de novos produtos, processos e serviços inovadores. A maioria dos projetos é do Rio Grande do Sul (11) e de Santa Catarina (10). Também tiveram representantes o Mato Grosso do Sul (6), Pernambuco (5), Minas Gerais (4), Goiás (3), Paraná (3), São Paulo (3), Paraíba (2), Rio de Janeiro (2), Amazonas (1) e Bahia (1).

 

Cada um deles deverá ser realizado em um prazo de até 24 meses. Para a execução das propostas das categorias A e B, as empresas receberão o apoio de especialistas dos Institutos de Inovação e Tecnologia do SENAI.

 

PARCERIAS PELA INOVAÇÃO

 

Dos 51 projetos aprovados, 90% serão executados a partir do trabalho conjunto entre departamentos regionais do SENAI de diferentes estados, que formam uma rede nacional de inovação e, 84%, via parceria com universidades brasileiras, como a Universidade de Caxias do Sul (UCS-RS), a Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), a Universidade Federal de Goiás (UFG) e a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).

 

Criado em 2004, o Edital SENAI SESI de Inovação mudou de nome em 2017 com a parceria do Sebrae. Destinado a promover a cultura de inovação e aumentar a produtividade das indústrias, o Edital conta com investimento de R$ 30 milhões do SENAI, R$ 20 milhões do Sebrae e R$ 3,6 milhões do SESI. Neste ano, a meta é financiar 285 projetos com custo individual de R$ 75 mil a R$ 400 mil.

 

“A parceria com o Sebrae possibilitou que ampliássemos a quantidade de projetos atendidos mantendo a mesma qualidade do trabalho que já vinha sendo feito. Anunciamos hoje praticamente o dobro de projetos aprovados em relação ao primeiro ciclo de 2016 e, claro, com uma conexão cada vez maior com a universidade, fator imprescindível para o sucesso da execução dos projetos”, destaca o gerente-executivo de Inovação e Tecnologia do SENAI, Marcelo Prim.

SOBRE O SENAI

CONHEÇA

ACOMPANHE

TRANSPARÊNCIA

ACESSE

  • Juntos Pelo Desenvolvimento

  • Por uma indústria segura, saudável e produtiva.

  • Com a Indústria pela Inovação, Produtividade e Sustentabilidade.

  • Somos o elo entre o Saber e o Fazer.

  • A força do Brasil na indústria.