CTGAS-ER inicia aulas da 12ª Turma do Curso de Especialização em Energia Eólica

4/09/2017   14h12

Nos últimos anos, o Centro de Tecnologias do Gás e Energias Renováveis-CTGAS-ER, garante suporte educacional e tecnológico à área das energias limpas, com destaque para as renováveis solar e eólica. Já são centenas de técnicos e especialistas formados, disponibilizando para esse consolidado mercado, mão de obra qualificada e especializada. Sexta-feira, 01, foi ministrada a aula inaugural e realizado o primeiro encontro presencial, da 12ª turma, do Curso Especialização de Nível Técnico em Energia Eólica.

 

 

A solenidade, realizada no auditório principal do Centro, foi aberta pela diretora Executiva, Cândida Amália Aragão e sequenciada com a palestra “Mercado de Trabalho na Área da Energia Eólica”, proferida pelo engenheiro Milton de Oliveira, autor do livro “Fundamentos de Energia Éolica” e ex-aluno do CTGAS-ER.

 
Na saudação aos futuros profissionais, Cândida Amália destacou a importância dos cursos da instituição e os cuidados para oferecer o melhor, visando atender às necessidades do mercado da energia eólica. Lembrou o planejamento executado para a especialização, ouvindo empresários, professores, especialistas, entidades ligadas à indústria e universidades, com o objetivo de saber o perfil do técnico para a área e, dessa forma, colocar no mercado um profissional talhado para a atividade, capacitado e especializado.

 

Ela enfatizou a consolidação do mercado da energia eólica em todo o Brasil e em especial no Nordeste e no Rio Grande do Norte, Conforme dados da Associação Brasileira de Energia Eólica-Abeeólica, no Brasil já existem 468 parques eólicos instalados, dos quais 126 no Rio Grande do Norte, com mais 49 em construção ou contratados, o que comprova a grande vocação do nosso Estado, para investir nessa área.

 
Lembrou que, sendo a 12ª turma, com mais de 500 especialistas, em cinco anos, a procura comprova o sucesso da especialização, frequentada por turmas ecléticas, formadas por profissionais já graduados e pós-graduados, até o técnico que está iniciando e com visão de futuro. Cândida ressaltou o nível dos professores, reconhecido nacionalmente.

 
A especialização, com 380 horas aula, na forma semipresencial, com 55 por cento a distância e 45 por cento presencial, visa formar profissionais com conhecimentos em métodos de medição anemométrica, tecnologias aplicadas a aerogeradores, sistemas elétricos aplicados a parques eólicos e a conexão de plantas eólicas à rede elétrica, monitoradas por sistemas de automação. Objetiva também ampliar a oferta de educação profissional, com currículos estruturados para formação de competências técnicas, sociais e de gestão, atendendo as exigências do setor produtivo, as especificidades da sociedade e especialmente estudo dos alunos em seu processo de aprendizagem, utilizando a Metodologia de Educação a Distância. Visa ainda possibilitar ao aluno conhecimentos científicos e tecnológicos, que lhe permitam exercer a profissão e sua cidadania, de forma responsável, reflexiva, proativa e dinâmica.

SOBRE O SENAI

CONHEÇA

ACOMPANHE

TRANSPARÊNCIA

ACESSE

  • Juntos Pelo Desenvolvimento

  • Por uma indústria segura, saudável e produtiva.

  • Com a Indústria pela Inovação, Produtividade e Sustentabilidade.

  • Somos o elo entre o Saber e o Fazer.